Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
CIDADE
Tamanho do texto: A A A A
Gergia Santos - 20/09/2012

Greve tem adeso de funcionrios do BB e CEF

Compartilhar:

Sindicalistas realizam manifestação na porta da Caixa Federal para conseguir a adesão dos funcionários da instituição

Greve dos bancários ganha força e mais uma agência aderiu ao movimento. Em Uberaba, 30% da categoria está parada e a previsão é que este número aumente até o fim desta semana. Duas agências do Banco do Brasil e duas da Caixa Econômica estão com funcionários em greve, e a expectativa é que amanhã a greve atinja os bancos privados. Em todo país são mais de 5,2 mil agências paradas.

A greve nacional dos bancários começou na terça, e o número de agências paradas já supera a greve do ano passado, em que 4,2 mil em todo país ficaram por mais de 20 dias sem funcionar. Entre as reivindicações da categoria, segundo o presidente do Sindicato dos Bancários de Uberaba e Região, Maurício de Sousa, está o reajuste salarial de 10,25%, melhores condições de trabalho, Plano de Cargos, Carreira e Salários (PCCS) em todos os bancos, mais segurança contra assaltos e sequestros e ampliação do horário de atendimento bancário, com dois turnos de trabalho.

“Ontem conseguimos atingir mais uma agência, os funcionários do Banco do Brasil do centro aderiram ao movimento. Estamos no limite de uma guerra, é como um incêndio, em que o fogo vai se alastrando, e aos poucos o número de grevistas também vai aumentando. Toda categoria está unida no país, principalmente nas capitais”, explica.

Antes da greve, que foi deliberada a partir de uma assembleia, houve negociações com os banqueiros. Segundo Maurício, a categoria até se surpreendeu, pois, em 16 anos, somente agora a proposta inicial para reajuste salarial foi maior, de 6%, mas os trabalhadores ainda entendem que está muito distante do que estão reivindicando. “Pensamos que a proposta iria ser ampliada, pois na primeira é normal oferecer uma quantia mais baixa, para melhorar no decorrer das negociações. Mas isso não aconteceu, e este ano estamos novamente de greve”, afirma.

Desde já o presidente do sindicato pede a compreensão dos usuários de bancos, pois serão inevitáveis os transtornos durante o período de greve e afirma ainda que este é único meio de chamar atenção dos banqueiros para atender às reivindicações da categoria. Além disso, vale ressaltar que greve deve atingir bancos privados a partir desta sexta-feira.



OUTRAS NOTCIAS


Juliana Gomes e Banda Jacks animam a Concha Acstica neste domingo (24/07)
Parada Gay recebe caravanas da regio com novo trajeto hoje (24/07)
Estudantes estrangeiros do oficinas culturais no Cemea Abadia (24/07)
TEU recebe Batalha do Calado, com pocket show do grupo Ponta a Ponta (24/07)
TEU recebe Batalha do Calado, com pocket show do grupo Ponta a Ponta (24/07)
PMU nomeia aprovados da Secretaria de Desenvolvimento Social (24/07)
Indstria no Tringulo Mineiro d sinais de recuperao em maio (24/07)
GMs da Patrulha Escolar tm capacitao para atuar com menores (23/07)
Zoonoses j vacinou quase trs mil animais contra a raiva na zona rural (23/07)
Coordenao do Sine percebe melhora na oferta de vagas (23/07)
Feti entrega certificados a 50 alunos dos cursos de iniciao profissional (23/07)
Entidades preparam lojistas para melhorar vendas do Dia dos Pais (23/07)
Semana LGBT tem hoje a Praa Pink na Feira de Gastronomia (22/07)
PMU melhora trnsito no Mercs com abertura do Hospital Regional (22/07)
Secretaria e Conselho preparam a formao do Frum de Educao (21/07)
Revitalizao da Ramid Mauad deve estar concluda at o fim de agosto (21/07)
Movimento leva Hospital a suspender cirurgia eletiva temporariamente (20/07)
Trabalhadores da Ebserh entram em greve e param o HC da UFTM (20/07)
Capacitao para profissionais da Assistncia Social realiza 4 mdulo (19/07)
Sedest mantm fiscalizao ao transporte clandestino na cidade (19/07)




EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje

ENQUETE
Por que Uberaba ficou fora do mapa do turismo brasileiro de 2016?






JM FORUM
Os funcionrios da Ebserh entraram em greve por tempo indeterminado, o que levou novamente suspenso das cirurgias eletivas. Na sua opinio, como a situao poderia ser resolvida sem que houvesse impacto no atendimento ao paciente, que sempre o maior prejudicado?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2016