JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 19 de março de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

CIDADE

Manifestantes pedem reunião com Piau para discutir rotativo

Abaixo-assinado deve ser anexado à carta de reivindicações para melhoria do sistema

13/01/2019 - 00:00:00. - Por Daniela Brito Última atualização: 13/01/2019 - 09:49:52.

Fotos/Jairo Chagas


Manifestantes se reuniram ontem, na praça Rui Barbosa, em protesto contra a implantação do estacionamento rotativo

Cerca de cem pessoas aderiram ao manifesto contra a implantação do estacionamento rotativo, realizado na manhã de ontem na praça Rui Barbosa. Comerciantes, moradores e até cidadãos contrários ao sistema se reuniram para protestar contra a forma como foi feita a implantação em Uberaba. 

Alguns movimentos populares, como “Todos por Uberaba” e “Não Cruze os Braços”, de Uberlândia, apoiaram o ato público. Em certo momento os manifestantes utilizaram narizes de palhaço e gritavam palavras de ordem, como “Fora Piau”, em meio a um apitaço.

Entre os participantes estava José Roberto Vieira, dono de papelaria na rua São Benedito. Ele reclama da falta de clientes, em meio à preparação da volta às aulas, quando o estabelecimento registra alta demanda nas vendas de material escolar, após a implantação do sistema rotativo. “Estamos tendo grande prejuízo”, lamenta.

A lojista Ana Cassia Natale, proprietária de comércio na travessa Raul Terra, também se queixa do estacionamento rotativo. Segundo ela, o serviço atingiu toda área central, levando queda nas vendas. “É preciso rever este sistema”, afirma. Quem ainda discorda é a comerciante Alessandra Salum, que aponta elevado número de vagas para o rotativo, não dando opção aos cidadãos.

A Associação Centro Forte aproveitou o ato e propôs um abaixo-assinado, que será anexado à carta de reivindicações, para melhoria do sistema rotativo. A entidade pretende formar uma comissão – de comerciantes e moradores – para se reunir com o prefeito Paulo Piau e representantes da EXP Parking.

Segundo o presidente Fábio Lopes, a avaliação do movimento é muito positiva. Para ele, é extremamente necessário chamar a atenção do Poder Público e da própria empresa quanto às deficiências do serviço prestado. “Vamos levar nossas reivindicações e discutir juntos o que pode ser melhorado”, afirma. A coleta das assinaturas continua ao longo da semana até o dia da reunião, ainda sem data prevista.

Entre as principais solicitações estão a revisão dos pontos de cobrança, retirando o rotativo das ruas que não possuem comércio, principalmente as transversais do centro da cidade, notificações sem cobrança de multa por período predeterminado e mais eficiência na divulgação das formas de uso e pagamento do estacionamento rotativo.

Saiba mais:

Monitores da concessionária não têm atribuição para aplicação de multa

Cartão Morador tem 35 solicitações na Secretaria de Defesa Social em cinco dias 

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia