JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 17 de junho de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

CIDADE

Sind-UTE espera posição do governo sobre o décimo terceiro para esta quarta

Sind-UTE/MG espera que nesta quarta-feira o Governo de Minas Gerais receba os diretores da entidade para tratar do pagamento do 13º salário

18/12/2018 - 07:17:58. - Por Marconi Lima Última atualização: 18/12/2018 - 08:29:46.

Arquivo

Coordenadora regional do Sind-UTE, Maria Helena Gabriel, disse que espera que desta vez o governado não “vá roer a corda”

 O Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE/MG) espera que nesta quarta-feira o Governo de Minas Gerais receba os diretores da entidade para tratar do pagamento do 13º salário. 

Na semana passada, o governo havia agendado encontro com os sindicalistas para tratar do assunto, mas a reunião foi desmarcada. A coordenadora do Sind-UTE em Uberaba, Maria Helena Gabriel, disse esperar que desta vez o governador Fernando Pimentel (PT) não “vá roer a corda”, como fez na semana passada.

“A categoria está desiludida com o governo Fernando Pimentel. Nós temos direito a receber o 13º salário e estamos lutando por um benefício que é direito nosso”, ressaltou Maria Helena.

Ela se lembrou, ainda, da luta do Sind-UTE para receber os salários no quinto dia útil, bem como o 13º conforme determina a Lei. O sindicato chegou, inclusive, a ganhar liminar, em julho deste ano, numa decisão do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), determinando o pagamento integral dos salários dos servidores da educação até o quinto dia útil do mês, mas uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) derrubou a liminar.

A entidade, também, acionou a Justiça, em 2017, impetrando um Mandado de Segurança e uma Ação Civil Pública para garantir o pagamento do 13º salário em dezembro, mas não houve êxito.

Maria Helena disse, ainda, que espera, por parte do futuro governo, a abertura para negociação com a categoria. 

“É o que queremos. Uma abertura por parte do futuro governo, para atender às nossas demandas”, destacou a presidente do Sind-UTE Uberaba.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia