JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 18 de dezembro de 2018 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

CIDADE

Operário denuncia inércia no atendimento de sindicato

Sindicato afirma que adota algumas medidas para não expor o reclamante

06/12/2018 - 11:47:05. - Por Michelle Rosa Última atualização: 06/12/2018 - 15:04:38.

Operário reclama de em atendimento no Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Civil e do Mobiliário de Uberaba (STICMU). De acordo com o trabalhador, que prefere não se identificar, há cerca de dois meses ele foi até o sindicato fazer uma reclamação relacionada a uma obra localizada na rua Moacir Paroneto, bairro Alfredo Freire 1, sobre a falta de estrutura oferecida aos trabalhadores, mas nenhum fiscal do sindicato compareceu no local.

“Estamos nos sentindo jogados às traças, já fiz a denúncia tem dois meses e até agora nada, no local nem banheiro tem para os trabalhadores”, destaca o reclamante.

Questionado sobre o assunto, o presidente do STICMU, José Lacerda Sobrinho, destaca que todas as denúncias são atendidas prontamente pela entidade. “Temos o cuidado de não fazer a checagem no mesmo dia em que a reclamação chega ao sindicato como forma de resguardar o operário e que todas as denúncias são acatadas prontamente”, pontuou representante.

A reportagem do JM Online entrou em contato com o responsável pela obra. Ele disse que no local está sendo construída uma instituição para atender idosos e que um cômodo foi alugado em frente à obra para atender as necessidades dos prestadores de serviço. Ele vê com surpresa a reclamação e afirma que todos os cuidados são tomados para todos trabalhem com segurança.

“Em frente à obra alugamos um espaço para quem está prestando serviço tenha um mínimo de privacidade, com banheiro e local para se alimentar. Nós não colocaríamos ninguém em uma situação insalubre”, relata Thiago Borges, surpreso com a reclamação.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia