JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 19 de outubro de 2018 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

CIDADE

Idosos que já se aposentaram não têm direito às inativas do PIS/Pasep

Este ano houve o pagamento para quase oito milhões de idosos, entretanto, muitos estão buscando os bancos para receber a quantia com dúvidas se têm direito

- Por Geórgia Santos Última atualização: 07/12/2017 - 11:27:07.

Idosos devem estar atentos quanto ao pagamento de contas inativas do Programa de Integração Social (PIS) e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep). Este ano houve o pagamento para quase oito milhões de idosos, entretanto, muitos estão buscando os bancos para receber a quantia com dúvidas se têm direito a este recurso.

O fundo do PIS/Pasep foi instituído em 1971 e encerrado com a Constituição de 1988. Aqueles empregados que trabalharam neste período em empresas que contribuíram com cotas do PIS/Pasep e possuem mais de 62 anos, no caso de mulheres, e mais de 65 anos para homens, e ainda não se aposentaram estão entre os idosos com recurso disponível de contas inativas do PIS/Pasep.

O economista Sérgio Martins enfatiza que a aqueles que já se aposentaram não possuem mais essa quantia, eles receberam quando se aposentaram. “Alguns já até sabem que sacaram a cota e mesmo assim procuram o banco para saber se ainda têm algo a receber. Então, é preciso se informar antes no site do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal. É possível fazer a pesquisa. Todos que têm direito já estão com dinheiro em conta, inclusive o calendário foi antecipado. Aqueles agendados receber em 14 de dezembro já estão com os recursos liberados”, explica.

Vale destacar que esta é uma situação diferente do abono que é pago todos os anos aos trabalhadores que receberam a média de até dois salários mínimos no ano anterior. Neste caso, o calendário 2017-2018 já começou e teve início em julho deste ano e termina em março do ano que vem. Neste mês, no dia 14, vão receber aqueles que nasceram em dezembro.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia