Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
GERAL
Tamanho do texto: A A A A
17/02/2017

Portaria do Procon define formas de afixao de preos

Compartilhar:

 O presidente da Fundação Procon/Uberaba, Rodrigo Mateus, baixou portaria que dispõe sobre a oferta e as formas de afixação de preços de produtos e serviços para o consumidor. As regras são fundamentadas na Medida Provisória 764/2016, que trata da diferenciação de preços de bens e serviços oferecidos ao público, em função do prazo ou do instrumento de pagamento utilizado.

Foram levados em consideração que compete ao Procon criar instrumentos para o aperfeiçoamento permanente das ações de proteção e defesa dos direitos difusos, coletivos e individuais dos consumidores; e que é direito básico do consumidor receber a informação adequada e clara sobre os diferentes produtos e serviços, com especificação correta tributos incidentes e preço, bem como sobre os riscos que apresentem, dentre outros.

A portaria estabelece que o preço dos produtos ou serviços expostos à venda, no interior dos estabelecimentos ou em vitrines, deve ser o preço à vista. Se houver desconto para pagamentos em espécie, deverá constar ainda o valor total à vista em espécie, com o respectivo percentual de desconto concedido. Porém, se houver parcelamento ou outorga de crédito, como financiamento, deverá constar o valor total a ser pago, o número, periodicidade e valor das prestações; os juros e os eventuais acréscimos e encargos que incidirem sobre o valor do financiamento ou parcelamento.

Já os produtos ou serviços expostos à venda dentro dos estabelecimentos ou em vitrines devem ter a etiqueta afixada diretamente no produto, com sua face principal voltada ao consumidor, com a finalidade de garantir a pronta visualização do preço, sem que seja necessário solicitar a intervenção do comerciante.

Configuram infrações ao direito básico do consumidor à informação adequada e clara sobre os produtos, previstas no Código de Proteção e Defesa do Consumidor e na Lei Federal 10.962/04, puníveis por meio de processo administrativo: utilização de letras cujo tamanho não seja igual ou dificulte a percepção da informação, considerada a distância normal de visualização do consumidor; expor produtos cuja etiqueta (ou placa) possuam a mesma cor de fundo dos números e letras; e utilizar de caracteres apagados, rasurados ou borrados.

E ainda: informar apenas do valor da parcela, obrigando o consumidor a fazer o cálculo do valor total; utilizar de referência (código) que deixe o consumidor em dúvida no momento da consulta; atribuir preços distintos para o mesmo item; expor informações escritas na vertical ou em outro ângulo que dificulte sua percepção; expor somente o valor à vista em espécie; e recusar a conceder o desconto constante na oferta.

O texto completo da portaria está na edição do jornal oficial Porta-Voz de quarta-feira (dia 15), no site www.uberaba.mg.gov.br.



OUTRAS NOTCIAS


Aparelho transparente o novo mtodo para o sorriso perfeito (25/06)
Olheira pode ser hereditria e piora com fatores ambientais (25/06)
Infectologista alerta para os riscos do uso indiscriminado de antibiticos (25/06)
Uma em cada cinco refugiadas sofreu violncia de gnero, revela ONU (25/06)
Resultado da lista de espera do ProUni ser divulgado nesta segunda-feira (25/06)
Comea amanh a convocao de candidatos que ficaram na lista de espera do Sisu (25/06)
Varejista deve incluir em contrato multa por atraso na entrega das mercadorias (25/06)
TJMG confirma inconstitucionalidade para lei que aumenta prazo de alvar (25/06)
Projeto fecha cargos efetivos e cria 800 vagas sem concurso no MP (23/06)
Mortes por acidentes caem 11% em um ano, diz Ministrio da Sade (23/06)
Caixa j pagou 37 bilhes das contas inativas do FGTS (23/06)
Risco de desenvolver melanoma aumenta 35 vezes em sete dcadas (23/06)
Anatel no vai exigir outorga para provedores de internet com at cinco mil clientes (23/06)
Reaes vacina contra febre aftosa devem reduzir aps mudanas (23/06)
Governo americano suspende todas as importaes de carne fresca do Brasil (23/06)
Candidatos tm at domingo para pedir iseno de taxa de inscrio do Enem (23/06)
BB condenado a prestar contas de depsitos judiciais e alvars (22/06)
Mais de 40% do mercado de cigarros de Minas Gerais dominado por marcas ilegais (22/06)
Minas registra 3 mil vtimas de quedas de altura (22/06)
Nmero de Brasileiros com inteno de viajar de carro cresce 28% (22/06)




Boulevard Mall Edson Prata - novo
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje

ENQUETE
Voc acredita que o Hospital Regional abrir as portas at agosto?




JM FORUM
Aps derrota no Senado, a tramitao da Reforma Trabalhista segue e deve chegar votao em plenrio at o fim do ms. Qual a sua opinio sobre a reforma?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2017