Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
GERAL
Tamanho do texto: A A A A
16/01/2018

Varejo de calados espera alta de 3% nas vendas em 2018, diz Ablac

Compartilhar:

 O varejo calçadista projeta um crescimento de faturamento de 3% em termos reais em 2018 na comparação com 2017, conforme informou o presidente da Associação Brasileira dos Lojistas de Calçados (Ablac), Marcone Tavares. O executivo participa da Couromoda, feira que apresenta novidades do segmento.

A expectativa da Ablac não é de grande aceleração do consumo este ano. Em 2017, o faturamento havia registrado crescimento perto de 2% em termos reais, considerando um avanço nominal perto de 5% e a inflação medida pelo IPCA, de 2,95%.

Tavares disse que não há expectativa de aumento no fluxo de clientes nas lojas. Ele considerou que as vendas tendem a ser afetadas pelo calendário com muitos feriados e pela Copa do Mundo. "Quanto mais a seleção brasileira avançar na competição, menos o varejo vende", comentou, lembrando o menor fluxo de pessoas nas ruas em dias de jogos.

O presidente da Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), Heitor Klein, avaliou ainda que o fato de 2018 ser um ano eleitoral pode trazer instabilidade para o mercado. Para ele, a confiança dos consumidores pode ser afetada, a depender do tom adotado nas campanhas políticas.

"Tenho cautela em falar de recuperação de demanda doméstica em um ano tão cheio de incerteza", disse Klein.

Com o mercado doméstico de lado, a produção da indústria tende a também patinar. Os dados de 2017 não foram fechados ainda, mas a expectativa é de alta de 3% na quantidade de pares fabricada ante 2016. O aumento de volume, no entanto, foi marcado por calçados de preço mais baixo, o que gera um faturamento que não aumentou na comparação anual.

Já no mercado externo, Klein considerou que o câmbio atual não é o mais favorável para a exportação. Ainda assim, ele afirmou que os calçadistas trabalham para recuperar a participação de mercado perdida em países compradores. De acordo com ele, o esforço envolve ganhos de eficiência internos em busca de maior competitividade nas vendas fora do Brasil.

Fonte: Broadcast (Agência Estado)






San Marco - 16maio
Editais - 2805 (3)
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje
SINTONIZE

ENQUETE
Voc concorda com a alterao do horrio de funcionamento de estabelecimentos comerciais e at mesmo da Prefeitura em decorrncia dos jogos da Seleo na Copa do Mundo?





JM FORUM
Voc acredita na briga de faces criminosas como motivao para as recorrentes mortes de detentos na penitenciria de Uberaba?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2018