Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
GERAL
Tamanho do texto: A A A A
Thassiana Macedo - 21/04/2015

MPs recomendam que PMU fiscalize edificaes perto do aeroporto

Compartilhar:

O Ministério Público Federal e Ministério Público Estadual enviaram recomendação ao prefeito Paulo Piau e aos secretários de Meio Ambiente e Turismo, de Infraestrutura e de Planejamento pedindo que revisem todos os atos administrativos relativos a edificações e demais empreendimentos no entorno do Aeroporto Mário de Almeida Franco.

O objetivo é que o município ajuste a concessão de licenças, alvarás e autorizações, incluindo os já emitidos, ao Código Brasileiro de Aeronáutica e demais normas, que fixam restrições referentes a construções perto de aeroportos. Foi dado prazo de 10 dias para que a PMU informe se vai acatar a recomendação. Além disso, o município deve fiscalizar a área para detectar e reprimir eventuais ocupações que coloquem em risco a segurança do aeroporto, evitando futuras ações de desocupação.

Há cerca de dois anos, relatório de inspeção da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) apontou que as duas cabeceiras da pista de pouso e decolagem não respeitavam as faixas de segurança de 150 metros exigidas pela legislação, em virtude das construções residenciais ao redor do aeroporto. Na época, a Infraero chegou a ser multada, em virtude do descumprimento das normas de segurança.

Após a audiência pública, o município fez o levantamento das áreas a serem desapropriadas, sendo 94 lotes, cinco chácaras e duas glebas, e declarou-as de utilidade pública por meio do Decreto Municipal nº 1308/13. No último dia 4 de março, a Anac aprovou o Plano Diretor Aeroportuário de Uberaba, produzido pela Infraero, e, segundo os MPs, a Prefeitura aguarda liberação de verbas do programa de aviação regional para iniciar as desapropriações e as obras de adequação.

O documento foi assinado pelo coordenador regional das Promotorias de Justiça de Defesa do Meio Ambiente, Carlos Alberto Valera, pela promotora de Justiça Claudine Lara Bettarello e pelos procuradores da República Thales Messias Pires Cardoso e Felipe Augusto de Barros Carvalho Pinto. Para eles, é “fundamental que o município reveja os atos administrativos que estiverem em desacordo com a legislação específica, fiscalizando e embargando construções e empreendimentos que não observem as restrições existentes no raio de aproximação das pistas para decolagem e aterrissagem”.



OUTRAS NOTCIAS


Com excesso de servio, Central faz descarte irregular de ttulos (30/05)
Sistema de Execuo Unificado pode ser implantado em Uberaba (30/05)
Estado convoca mais 33 agentes socioeducativos e penitencirios (30/05)
Flagra:ttulos de eleitores so descartados de forma irregular (29/05)
Desmatamento da Mata Atlntica cresce quase 60% em um ano (29/05)
Bens essenciais atividade de empresa so impenhorveis (29/05)
Blitze da Lei Seca prendem 13 neste sbado (29/05)
Bandeira tarifria nas contas de luz ser verde em junho (29/05)
Sisu abre hoje inscries para o segundo semestre (29/05)
Especialista ressalta a importncia da vacinao contra a gripe nesta poca do ano (28/05)
Glaucoma a segunda maior causa de cegueira irreversvel (28/05)
Depresso atinge pessoas de todas as idades e famlia tem papel importante no tratamento (28/05)
Justia impede prefeitura de SP de remover fora dependentes qumicos (28/05)
Presidente do BNDES pede demisso alegando razes pessoais (26/05)
Manuteno na rede eltrica interrompe fornecimento de energia no Centro neste domingo (26/05)
Vice-prefeito de Perdizes deve tomar posse hoje e ex-prefeito que recebeu propina solto (26/05)
Temer destaca votaes no Congresso e diz que Brasil (26/05)
Desempregado j pode usar aplicativo para buscar vagas de trabalho (25/05)
Esquema fraudulento envolvendo prefeituras rendeu R$ 1,5 milho (25/05)
Governo revoga decreto que autorizava uso das Foras Armadas na Esplanada (25/05)




Boulevard
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje

ENQUETE
Prxima ao fim, a campanha de vacinao contra a Influenza teve baixa adeso no s no estado, como tambm em Uberaba. Na sua opinio, a que se deve a pouca procura?






JM FORUM
Recentes delaes da JBS colocam polticos uberabenses na mira da propina. Qual a sua avaliao sobre os supostos recebimentos ilegais por parte dos delatados?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2017